terça-feira, maio 17

Vale o Click: Na Mochila do Chris!


Olá pessoas! Estamos aqui com um Vale o Click mega especial! Gosta de viagens? Dicas de lugares pra conhecer? Então você vai amar este blog! É um projeto maranhense bem legal e fiz uma entrevista com o idealizador para conhecermos um pouco mais sobre o Na Mochila do Chris! 

Chris, primeiro responda o que é o Na Mochila do Chris?

- O Na Mochila do Chris é um blog de viagens, onde eu conto minhas experiências e dou dicas do que já presenciei. Além disso, outras pessoas também tem a oportunidade e o espaço para contar as suas.

Como surgiu a ideia do Na Mochila do Chris?

- Surgiu a partir de uma conversa com pessoas do trabalho, porque eu sempre fui muito ligado ao assunto e também sempre fui de ajudar amigos quando queriam dicas pra viajar ou algum tipo de assistência ao planejar o roteiro. A partir daí, resolvi criar o espaço para outras pessoas terem a oportunidade de ter referência em determinado lugar. De primeira seria só para assuntos no Maranhão, logo após resolvi que falaria de todo o mundo.

Teve a ver com a sua ida ao Tomorrowland?

- Não, foi a partir da minha afinidade com o assunto, apesar de antes de criar o blog eu já tinha planejado minha ida ao Tomorrowland. Que por sinal, me ajudou bastante a ter mais visibilidade nas redes do blog.

Fale mais sobre este maior festival de música eletrônica do mundo... Superou suas expectativas?

- Só de ter o título de melhor festival de música eletrônica do mundo a gente já tem noção que a experiência será gratificante. E não fizeram por menos, pelo segundo ano consecutivo o Tomorrowland Brasil foi incrível. Inclusive quem quer ter noção de como é, fiz um vídeo com um resumo do que vi por lá. (Vocês podem conferir abaixo). E fiz um post no blog sobre tudo que acontece lá dentro, clica AQUI para ver na íntegra!


Fale um pouco sobre a #INVASÃONAMOCHILA dentro do seu snapchat @BarrosChris.- Então, a #InvasãoNaMochila é um dos principais atrativos do blog, porque as pessoas tem oportunidade de acompanhar diversos destinos em um local só, no snapchat. Além de mostrarem a sua viagem, eu também brinco com os emoticons e sons. Já teve vários lugares legais e vem muitos por aí.

Qual #INVASÃONAMOCHILA teve maior audiência?- O mais elogiado, foi a invasão da Andrea que mora em Valencia. Até hoje as pessoas comentam e inclusive recentemente ela invadiu novamente.

Como você “capta pessoas (e aventuras)” para participarem do #INVASÃONAMOCHILA?

- Quando surgiu a ideia, eu entrei em contato com alguns amigos que estavam em outros lugares e contei sobre a novidade e se teriam interesse em participar, logo após, pessoas se interessaram e começaram a falar comigo para fazer a invasão.


Qual a próxima #INVASÃONAMOCHILA (algum furo inédito)?

- Vai ter Londressssss!! \o/ hehehehe

Quais os planos futuros para o Na Mochila do Chris?
- No momento estou mega focado em gerar conteúdo relevante para quem acompanha e para quem irá acompanhar, mas também vai ter um mega destino em breve e não posso contar (haha :X), acompanhe para descobrir onde será a nova aventura do Chris! kkkk
Você encontra o blog nas seguintes plataformas:
Blog: http://namochiladochris.com/ 
Link dos instagrans: @namochiladochris e @barroschris 
Snapchat: @barroschris
Fan Page: Na Mochila do Chris.

quinta-feira, maio 12

6 curiosidades + 6 tendências do Desfile Cruise 2017 da Chanel em Cuba!



O evento iniciou com um cortejo de 170 carros americanos, vintages e coloridos, como Cadillacs e Chevrolets que conduziram celebridades, como a atriz Tilda Swinton, a supermodelo Gisele Bündchen – estrela da linha de maquiagem Chanel – e o ator americano Vin Diesel, protagonista da saga “Velozes e Furiosos” – atualmente rodando cenas na cidade, ao desfile.

O desfile foi realizado ao céu aberto, no meio de uma importante avenida, na Paseo del Prado, no centro da cidade e apenas à 300 metros do mar. Depois todas as modelos se juntam e festejam na avenida.

Os artistas cubanos Aldo Lopez Gavilan e a dupla Ibeyi foram os responsáveis pela trilha sonora que embalou o evento.


Na passarela, uma surpresa: Tony Castro, neto de Fidel Castro (ex-líder de Cuba), foi um dos modelos da noite. Antonio Carlos, mais conhecido como Tony, tem apenas 19 anos, é aspirante a modelo e participou do desfile em Havana, entrando duas vezes na passarela.

O desfile acabou sendo menos “instagramado” em tempo real por modelos, editores e convidados em geral da marca, devido a restrição de internet, enfim, o acesso ao wifi, por exemplo, é restrito aos hospitais, ministérios do governo, universidades e hotéis.

Dalí os convidados, sempre em seus conversíveis, dirigiram-se a uma Discoteca Cubana Pop-up, construída especificamente para o evento Chanel no meio de uma praça na Havana Antiga, onde modelos, fashionistas, imprensa, residentes locais e Karl, dançaram pela noite afora. 


A visão de Karl para a coleção foi uma referência à elegância cubana pré-revolução, quando Havana era o destino predileto no Caribe de estrelas de Hollywood e até a máfia americana. Combinando a tropicalidade e o militar do fim dos anos 50 que marcaram Cuba, o desfile teve bastante looks masculinos em alfaiataria, produções femininas com boina bordada em paetês inspirada em Che Guevara – famoso revolucionário socialista de Cuba que ajudou a instaurar um novo regime político à ilha, t-shirts com um mood tropicalismo e, claro, o clássico tweed da Chanel, dessa vez, mais desabado. Além disso, o alto-verão da maison mostrou estampas de cadillacs coloridos em vestidos de seda, modelos fumando charuto na passarela, chapéus estilo Panamá, camisetas com prints “Coco Cuba Libre”, além de calças e vestidos de crochê, artesanato muito usado no país.   

A coleção: Chapéus Panamás e sapatos Oxfords se destacaram nos looks femininos e masculinos! Roupas com estampa dos tradicionais carros coloridos de Havana, vestidos e saias midi fluidas de seda estampadas e coloridas foram presentes na coleção que não apenas usava a cidade como locação, mas também a homenageava.

As bolsas da Chanel aparecem despojadas em formato de saco ou no estilo dos mochileiros. Reaparece uma dose de influência militar, que apareceu em jaquetões, em boinas de paetê pretas com estrelas prateadas e nas peças no clássico tom de verde - uma alusão estilizada aos uniformes de Fidel Castro, Che Guevara e Camilo Cienfuegos.

Presente em acessórios e t-shirts divertidas, a estampa Coco Club faz referência ao Tropicana Club, célebre cassino e cabaré que atraia turistas à ilha na década de 1940. Muitas versões dos colares de perolas com ares mais modernos!

Confira o vídeo todo do desfile:

Related Posts with Thumbnails

Vila Trendy ₢ 2014 | Layout Desenvolvido para o blog Vila Trendy| Imagem inspirada em Garance Doré